Google+ Flamengo toma lapada do Defensor - Defensor 3 x 0 - Libertadores de 2007 | Blog AntiFlamenguista a
Este blog contém derrotas do Flamengo, eliminações e outros assuntos, como zueiras. Isso acontece porque ele é um espaço para antiflamenguistas. Nós não temos nada contra o Flamengo, que é um dos grandes clubes do país. Todo conteúdo mostrado aqui reflete apenas a OPINIÃO de torcedores rivais do Flamengo, que discutem amigavelmente  em qualquer rodinha de amigos.

Flamengo toma lapada do Defensor - Defensor 3 x 0 - Libertadores de 2007

3 X 0 FOI POUCO AINDA...

Eu já coloquei aqui no Blog sobre o segundo jogo do Flamengo contra o Defensor, que mesmo vencendo por 2 x 0, foi eliminado nas oitavas da Libertadores (denovo).

Abaixo tem os 3 gols do Defensor

Matéria sobre o jogo no UOL Esportes (na época, na íntegra); fonte: www.esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/05/02/ult59u119733.jhtm

Flamengo perde no Uruguai e se complica na Libertadores
Da Redação
No Rio de Janeiro
O Flamengo deu vexame e decepcionou sua torcida ao perder por 3 a 0 para o Defensor-URU, em Montevidéu, no primeiro jogo das oitavas-de-final da Copa Libertadores. O resultado complicou, e muito, a situação da equipe na competição. Para avançar, o time rubro-negro terá que vencer o rival por quatro gols de diferença na próxima quarta-feira, no Maracanã. Triunfo por 3 a 0 levará a definição para os pênaltis.
PRINCIPAIS LANCES
EFE
Juninho tenta lance na derrota no Uruguai
PRIMEIRO TEMPO
5min - GOOOLLL DO DEFENSOR! Leonardo Moura derruba Pezzolano na área e o árbitro marca o pênalti. Navarro chuta rasteiro, no canto esquerdo de Bruno, que cai para o lado oposto.
30min - Após cobrança de escanteio da esquerda, Sorondo cabeceia forte e Bruno defende em dois tempos. No segundo, goleiro tira a bola quase dentro do gol.
42min - Renato Augusto coloca Souza na cara do gol, mas atacante não domina dentro da área e permite a saída do goleiro, que divide de carrinho e ganha o tiro de meta.
SEGUNDO TEMPO
3min - GOOOLLL DO DEFENSOR! González aproveita rebote no cochilo da defesa rubro-negra, chuta forte de primeira, de fora da área, e acerta o ângulo direito de Bruno.
20min - Roni recebe lançamento longo, invade a área, mas chuta em cima do goleiro. Contudo, lance foi anulado por impedimento.
26min - Leonardo Moura cruza da direita para a área, Juan cabeceia, mas Martín Silva defende no meio do gol.
28min - Em cobrança de falta da intermediária, Martínez chuta forte, rasteiro, e obriga Bruno a espalmar no seu canto esquerdo.
30min - GOOOLL DO DEFENSOR! Fernandez chuta forte de fora da área, Bruno espalma e Navarro marca de peixinho no rebote.
VEJA FOTOS DA RODADA
JUNINHO DETONA CRISE
NEY CONTRA EXCESSO DE MUDANÇAS
FLA RECHAÇA 'MISSÃO IMPOSSÍVEL'
"A classificação não é impossível. Vamos jogar no Maracanã, com o apoio da nossa torcida. Agora, temos que esquecer este resultado e pensar na final de domingo", comentou o lateral-direito Leonardo Moura àTV Globo, referindo-se ao jogo contra o Botafogo, pela final do Campeonato Carioca.

Perdido em campo desde o início, o Flamengo - que não conseguiu finalizar sequer uma vez em todo o primeiro tempo - levou gol de Navarro, de pênalti (cometido por Leonardo Moura), logo aos 5min. A partir daí, o time uruguaio se fechou na defesa, anulou as jogadas ofensivas do time rubro-negro e por muito pouco não marcou o segundo, com Sorondo.

O Flamengo voltou para a etapa final sem Juninho Paulista - que esperneou por uma chance no time, mas teve péssima atuação e foi substituído por Roni - e Leandro Salino, que deu lugar a Léo Lima. 

Entretanto, a equipe brasileira levou outro gol logo no início, marcado por González, aos 3min, e se perdeu de vez. Aos 23min, o Defensor-URU já envolvia o adversário com boa troca de passes, embalado pelos gritos de "olé" da sua torcida. Aos 30min, Navarro marcou mais um e fechou o placar que derrubou a invencibilidade rubro-negra nesta Libertadores.

"Não tem explicação. Faltou jogar melhor, se impor mais, procurar apertar a marcação para roubar a bola mais próximo do gol adversário. Mas não conseguimos sair da marcação no meio-de-campo. Toda vez que tentamos jogar pelo meio, ficou difícil. O gramado é muito ruim", tentou explicar o lateral-esquerdo Juan.

"A gente jogou muito mal hoje [quarta-feira]. Foi uma noite em que nada deu certo. Não faltou vontade, mas nossa equipe não conseguiu superar o adversário na parte técnica, nem na tática, nem na física. O Defensor foi muito superior", completou o técnico Ney Franco. 

Se conseguir tirar a imensa desvantagem e avançar, o Flamengo terá um adversário brasileiro nas quartas-de-final. Ele sairá do confronto entre São Paulo e Grêmio - no primeiro jogo, os paulistas levaram a melhor e venceram por 1 a 0, no Morumbi. 

Revés antes da final
A derrota para o Defensor não apenas colocou o Flamengo em desvantagem na disputa por vaga nas quartas-de-final da Libertadores, como também deixou o time pressionado às vésperas da decisão do Campeonato Estadual do Rio.

No próximo domingo, a equipe voltará a campo para disputar o título da competição regional contra o Botafogo. No primeiro jogo das finais, o Flamengo levou sufoco do rival e começou perdendo por 2 a 0, mas buscou o empate por 2 a 2 graças a um pênalti cometido pelo goleiro Júlio César, que foi expulso no lance e deixou seu time com um jogador a menos.

O vencedor do clássico conquistará o título, enquanto que um novo empate levará a decisão para a disputa por pênaltis. A partida acontecerá às 16h, no Maracanã.

DEFENSOR-URU
Martín Silva; Sorondo, Cáceres e Martínez; González, Pereira, Fadeuille, Diego De Souza (Amado) e Pezzolano (Fernandez); Peinado (Morales) e Navarro
Técnico: Jorge Da Silva

FLAMENGO
Bruno; Leonardo Moura, Moisés, Irineu e Juan; Paulinho (Jaílton), Leandro Salino (Léo Lima), Renato e Juninho Paulista (Roni); Renato Augusto e Souza
Técnico: Ney Franco

Local: estádio Centenário, em Montevidéu (URU)
Árbitro: Carlos Chandía (CHI)
Assistentes: Eduardo Ponce e Rodrigo González (ambos do Chile)
Cartões amarelos: Leandro Salino (F), Sorondo (D), Renato Augusto (F), Irineu (F), Paulinho (F) e Morales (D)
Gols: Navarro, de pênalti, aos 5min do primeiro tempo; González, aos 3min e Navarro, aos 30min do segundo tempo

Categoria:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores